Criação

A criação de Amparo não estava nos planos dos moradores que apenas pediram à Casa do Infantado que fosse erguida uma capela de Nossa Senhora do Amparo.
O pedido encontrou receptividade por parte do Grão-Prior do Crato e Arcebispo Provisor do Crato que defendia a criação, não de uma capela mas de uma paróquia, sendo determinante a distância entre Amparo e São João Baptista. A justificação por parte da Igreja devia-se à grande distância que os crentes tinham que percorrer para receber o “pasto espiritual”.